quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Carreira Solo ou em Dupla?

Não vou escrever sobre musicos, muito menos sobre duplas sertanejas. Ser solteiro, viver por si ou em um relacionamento são duas opções válidas para viver a vida e uma não é melhor que a outra.

A maneira que nós escolhemos amar pode ser tão única como a forma que escolhemos para ganhar a vida, manter a nossa saúde, ou entreter a nós mesmos. Alguns optam por procurar um companheiro e entrar em uma parceria com um indivíduo especial, enquanto outros acham imensa satisfação em permanecerem solteiros(as).

Não há nenhuma maneira certa ou errada para a sua vida, quando se trata de decidir se deve ou não estar em um relacionamento, mesmo que a sociedade prefira colocar uma ênfase em parcerias românticas. Se você optar por viver sua vida em um relacionamento romântico ou viver na "carreira solo", verá que há benefícios para ambos os caminhos. Seja livre, fique confortável com qualquer escolha, pois quem sabe o que é melhor para você, além de você mesma(o)?

Escolher estar "solo" é uma ótima maneira de passar tempo a descobrir a si mesmo. Você tem mais tempo e espaço para descobrir o que e como você quer que sua vida seja sem ter que manter escolhas de outra pessoa em mente. Ser "solo" dá-lhe a liberdade para fazer o que quiser a qualquer momento e o orgulho que vem de enfrentar a vida nos seus próprios termos. Companheirismo, apoio e carinho pode ser encontrado ao passar tempo com amigos, colegas e parentes. Há também a diversão que vem com a possibilidade de sair com muitas pessoas diferentes sem ter que fazer um compromisso.

Escolher ter um companheiro, por outro lado, traz com ele uma oportunidade de compartilhar sua vida com outra pessoa. Há conforto no conhecimento que você está enfrentando o mundo com alguém, como uma frente unida. Quando a vida é um desafio, você está em uma posição para apoiar, bem como receber apoio e conforto de outra pessoa. Há também a inevitável transformação que acontece quando voce permite que outra pessoa participe tão intimamente do seu dia, quando alguém é parte de sua vida.

Lembre-se que o que é certo para uma pessoa pode não ser bom para outra, e as pessoas podem fazer a transição entre a vontade de estar com outra pessoa e querer ficar sozinhas muitas vezes ao longo de suas vidas. Se você procurar um companheiro ou viver a vida de solteiro, abraçá-la totalmente vai garantir que qualquer escolha seja tão completa como possível para você.
(Texto adaptado do original de "Choosing to have a mate or being single - The Ways We Love" de Madisyn Taylor do site The Daily OM. Foto do autor, sala de snooker da Cornell University)


Nenhum comentário: