quarta-feira, 30 de março de 2011

O Animal perdeu o romantismo

Depois de tanto ler Tati Bernardi e seguir seu twitter,tati_bernardi,  fica difícil ser romantico.


Além dos Comentários Ácido-sulfúricos dessa colunista a respeito de “posturas sexuais” que um homem jamais deveria ter, um humor que reduziria hematitas e itabiritos a ferro-gusa sem precisar de alto-forno.


De onde ela tira que um cara receberia uma ligação no telefone do Betão, o Cabeça ou o Batata logo após a cópula e falar “Já tô indo, me espera em cinco que eu tô chegando”?
E também concordo que seria bem juvenil fazer o helicóptero depois de transar, mas depois do banho qual o problema? Porque ela não pode e não tem o dela, Tati quer que o amante não brinque com seu pinto como se ele fosse uma hélice. "Live and let live, sweetie".

Enfim, é divertida e inteligente pacas, mas poderia pegar mais leve, pois a vida é um teatro, e nem sempre precisamos ser exagerados como certos canastrões.

Curta a Tati aqui: revista alfa


2 comentários:

Edson Marques disse...

MR

Obrigado pela retificação da autoria do poema Mude.

Aqui: http://animipe.blogspot.com/2011/01/mudando.html

Ainda que o nome de Clarice tenha ficado lá... rs!


Abraços,

taio disse...

interesant blog