quarta-feira, 22 de julho de 2009

Tudo dá certo, mas parece que vai dar errado


Posso ter quebrado a falange do indicador esquerdo, e uma calosidade agora aperta o nervo, o que significa que meu dedo pode doer o resto da vida, sem cura. A luz do airbag do carro acendeu e não quer apagar. Um indicador de que tem uma lanterna queimada também. Os vidros traseiros elétricos não querem funcionar. A operadora de turismo não quer devolver o dinheiro do pacote para Argentina que quero cancelar. A aerolinha não quer me dar crédito de milhas por muitos vôos feitos anteriormente que deixei para pedir agora. Minha máquina de café expresso pifou. Meu XBOX 360 acendeu uma luz vermelha ao redor do botão de ligar que significa "pifei, leve-me ao conserto". Chega a mensalidade do clube de golfe em SP que tento vender o título há dois anos sem sucesso.


Que monte de tralha! Que lixo emocional. Inclino-me para a frente, quase batendo a testa na mesa. A senhora gentil que limpa a minha sala me diz: "fazendo com fé, tudo dá certo, ou vale a pena".


Hoje nem meu horóscopo está lá essas coisas.


Acho que tenho que aplicar a técnica de write-off (apagar do balanço certos ativos, se assume a perda financeira como despesa e acabou-se o drama)



O que você acha?





*(to write-off - To charge an asset amount to expense or loss, in order to reduce the value of that asset and one's earnings)

8 comentários:

MR disse...

Estou é precisando provar do meu próprio remédio, INTENÇÃO. Devo estar com ressaca de muita coisa positiva recentemente. Meu corpo provavelmente está passando por crise de abstinência de todas aquelas (substancias que terminam com *orfinas) que o cerebro usa em situações de stress e negativas.
Precisando meditar.

Jou Jou Balangandã disse...

MR, como vc disse no próprio título, as coisas só parecem que não vão dar certo, mas no final tudo se ajeitará, vc vai ver!

Bjos

MR disse...

Ju, só você mesmo para me fazer um comentário animador.
Aliás, eu é que deveria listar todos os meus posts e ver em quantos deles eu estava eufórico, em quantos o mundo estava cor-de-rosa, ou negros ou gelados.
Só prova a lei da impermanência.

E o quanto ainda tenho que expurgar de stress e traumas ainda não limpos do meu sistema. Porque os problemas são ridículos mesmo.
São parte da vida.

Mari Amorim disse...

Olá MR
fiquei fekiz com sua visita e comentário,rspondendo sua pergunta,muitas vzs deixamos passar,momentos de felicidade,porque estamos ocupados com outras prioridades que nem sempre nos fazem feliz,mas por circunstâncias ou comodismo estagnamos nelas,necessito de movimento,pois àfua parada cria lodo!(rs) mas tenho esperança.,gostei muito do teu post, volte mais vzs,adoro interagir,
um grande beijo
Boas energias
Mari

Jou Jou Balangandã disse...

Só pra ser solidária: a bateria de minha camera fotografica pifou; arranharam meu carro na balada e não consigo largar o vício do chocolate... mas graças a Deus a máquina de café continua a funcionar super bem.

Lembra aquele papo sobre ondas? Pois é, tem hora que estamos por cima, outras vezes levamos um caldo. Pra mim, o importante é continuar nadando, fazer o possível para surfar, mas não cobrar tanto de si mesmo quando o tombo for inevitável. Como vc mesmo disse, o sofrimento nos faz crescer.

Beijo grande

paula barros disse...

Ave santíssima!!! Eu sempre digo para mim, quando penso que tudo está errado é sinal que algo vai dá certo. Assim será com você. Estou torcendo que tudo se acerte.

Eu acho que você devia passar uns dias no Rio de Janeiro com duas nordestinas,andando de ônibus, e descobrindo uns lugares lindos. rsrs

Que tal surfar ou saltar de asa delta?

um abraço virtual de boas energias.

MR disse...

Obrigado pela visita, Paula, Mari e Juliana.

Vou é comprar uma imagem de Saint Germain que é meu protetor (de acordo com a Mãe, que fechou meu corpo no outro dia, e me livrou do mal).

E uma moringa para manter água fresca, e tomar muita água.

Beijos!

edison silveira disse...

Achei legal o seu blog, verdadeiro, trazendo para quem quiser variações, conhecimentos e sentimentos que nos fazem viajar e nos fazem meditar sobre a vida , aqui e agora...
Um grande abraço...
Quanto aos alertas , luzes ascendendo, talvez sejam sinais que mais tarde te revelem algo mais... ...nada é por acaso..