terça-feira, 14 de abril de 2009

O dia do beijo que passou


Não foi o beijo que passou. Foi o dia. Certos beijos não passam. Ficam em nossas bocas e nossas mentes. Alojam-se em um canto, como sem-terra se apossando de um pedaço de chão, e podem ficar escondidos por um tempo. Sem muitos avisos, um dia voltam como memórias muito vivas, e a gente pensa: "Nossa, como foi gostoso aquele beijo!" Fechamos os olhos, apertamos os lábios e nos transportamos para aquele momento mágico em que beijamos aquela pessoa especial, em que colocamos nossas mãos no seu rosto, nos seus cabelos. Eventualmente apertamos sua cintura e seu corpo contra o nosso.

Ontem foi o dia internacional do beijo, mas passei em branco. Tentei em vão conectar-me com candidatas. Saí pelas ruas, e chegando perto de ganhar um, passou da meia-noite. O encanto se foi? Ou terá apenas se reacendido?

Um comentário:

Anônimo disse...

Gostei da parte do encanto! Excelente blog. Obrigada por adicionar o meu.

Beijo grande,

Danielly