segunda-feira, 22 de março de 2010

Consumo do Animal

Consumimos água demais e economizamos de menos. E água em garrafa polui, consome energia para produzir e transportar - comecemos todos a usar filtros novamente! Back to the future 1970.
Por falar em consumo estou orgulhoso da minha poderosa - fez 11km por litro na ida para São Paulo e 10km/l na volta. Ipiranga aditivada, gasolina razoável. Melhor que a Shell batizada do posto da Getúlio Vargas, que rendeu 7km/l outra vez.

Uma boa parada entre BH e SP é Pouso Alegre. Peguei uma suite simples, com uma ducha excelente, tudo muito limpo e cuidado, quase novo, café da manhã caseiro e com tudo, por R$65. Muito melhor que dirigir com sono a noite inteira. Nunca mais corro esse risco.

Mas com a Fernão Dias interditada no início, dei uma bela volta por Perus e Caieiras até chegar a Mairiporã. Só então entrei na BR 381. A outra alternativa - Jarinu - Dom Pedro I.

Cheguei em casa hoje cedo mas trabalhei de casa pois há risco de eu ter pegado uma gripe forte. Poderia ter sido H1N1 mas depois de três dias sem febre, praticamente impossível.
E curti umas musicas antigas, e coloquei um trecho dela aqui.








Pela primeira vez... For the first time - U2




I have a brother
When I'm a brother in need
I spend my whole time running
He spends his running after me




Eu tenho um irmão 
Quando sou um irmão em necessidade 
Eu passo o tempo todo correndo 
Ele gasta o seu correndo atrás de mim 




When I feel myself going down
I just call and he comes around
But for the first time
I feel love


Quando eu me sinto caindo 
Eu só chamar e ele chega 
Mas pela primeira vez 
Eu sinto amor



My father is a rich man
He wears a rich man's cloak
Gave me the keys to his kingdom coming
Gave me a cup of gold


Meu pai é um homem rico 
Ele veste um casaco de um homem rico 
Deu-me as chaves do seu reino 
Deu-me um copo de ouro 
He said I have many mansions
And there are many rooms to see
But I left by the back door
And I threw away the key








Ele disse que eu tenho muitas mansões 
E há muitos quartos para ver 
Mas eu saí pela porta dos fundos 
E eu joguei fora a chave

2 comentários:

Eduardo P.L disse...

MR,

tentei comentar no seu outro blog POlÌTICO e não consegui! Acontece!
Mas era para dizer que como comentou no O Ultimo Blog, assunto tem diário, mas sempre sobre os mesmos Lulas da vida! Uma coisa é notícia outra assunto!

Forte abraço

Jou Jou Balangandã disse...

Fez muito bem em parar no meio do caminho. Dirigir com sono não tá com nada, é perigo a vista.
Adorei seu comentário no Jou Jou. Quem dera se mudar o futuro fosse fácil igual mudar o jornal ... ou será que é?