domingo, 8 de junho de 2008

Desafios extraordinários produzem pessoas extraordinárias

Ontem fui ao supermercado e levei as minhas já tradicionais sacolas de pano. Minha namorada torceu o nariz, dizendo que embora tenha a consciência, não participa deste tipo de iniciativa pois não crê.

Foi entrar no supermercado e uma senhora comentar para a outra : "Olha, já estão fazendo aquele negócio para econmizar sacolas plásticas!"

Achei ótimo. Era como se alguém tivesse descoberto que usar chapéu salvasse do câncer de pele, mas estava todo mundo esperando alguëm sair de chapéu na rua, dando permissão a todos os outros, dizendo que agora era oficial, que já podia ser implementado.

Risos, risos e mais risos. Este post não requer foto. Vou lá arrumar a cozinha para um bom Shitake na manteiga com mini-filés de picanha temperados no Zatar árabe e suco de laranja.

Em tempo: no CD "Dom e Juan", dupla sertaneja, escuto uma versão brega da música do também brega Christopher Cross ("I will never be the same"). Gravação e arranjos até que decentes. Bom com uísque e agua perrier. Bom Domingo.

Nenhum comentário: