domingo, 7 de junho de 2009

Casamento mas sem funerais


Na verdade, entristecido por terem encontrado corpos do voo AF 447. No fundinho tinha uma esperanca de ter sido sequestro, com o aviao escondido no deserto. Esses bichos ninguem consegue esconder, ainda mais cheio de celulares la dentro. Bom, o que nao tem remedio, remediado esta, e vamos apoiar os familiares, pois quem foi ja esta numa melhor. Os que ficaram sofrem.

Sexta dormi com as galinhas. Quero dizer, no horario das galinhas. Acordei sabado 4h da manha, e fiz programa de faxina nos armarios, selecionando items para doar. liberei tres gavetas.
Almocinho leve no Assacabrasa. Festa de casamento a noite, J* e E*, no PIC. Lindos, tudo muito legal. O melhor aconteria mais tarde com os convivas levemente alcoolizados e a pista de danca escorregadia.

Domingo acorde cedo e vejo largada GP Turquia. Que dormida deu o Rubinho na largada. Li jornais. Falei com minha prima pelo telefone e dei bronca por ter casado em silencio. Tem que ter FESTA!!!

O bolo: personagens do mundo geologico-mineral, com PCs e prancha de desenho de mina. Priceless.

9 comentários:

Anônimo disse...

Meu amigo Jaime me perguntou, entao vou esclarecer: Fui a trabalho. Voltei quinta feira. Nao mudei de marca. Fico na empresa, mas vou me dedicar a Desenvolvimento de um novo mercado na AMERICA LATINA incluindo Brasil. E estou morrendo de odio de nao parar outras coisas para poder concluir o MEU livro de Mkt Industrial. Falta concentracao.

Jou Jou Balangandã disse...

Concordo com vc (ué, será que seu eu mesma, uma vez na vida concordando?), ajoelhou, tem que rezar! Casou, tem que fazer festa!
Bjos e tenha uma ótima semana!

MR disse...

Se eu casar de novo, vai ter um p... duma festa, pode esperar. Só que tá difícil encontrar uma candidata.

Jou Jou Balangandã disse...

O segredo é cuidar do jardim, e não sair a caça das borboletas ... but I guess u know it

Jana disse...

Li um comentário seu lá no blog da Mari Molina e acabei parando por aqui... rs... rs... Deixo meu "oi". Volto em breve.

Dedinhos Nervosos disse...

Ai, eu ADORO festa de casamento! A alegria que o casal irradia é sempre uma delícia de partilhar. :o)
Beijos!

Moni disse...

eu tbm pensava que poderia ter acontecido algum tipo de sequestro, lamento profundamente!
nada como uma faxinazinha nas gavetas, as vezes eu tbm faço isso!!! rs... beijos ótima semana!!

Vênus disse...

Oi,amigo

Adoro o seu discurso.Vc é capaz de reunir vários assuntos num pequeno post.
Também tinha esperança que não haveria tido um desastre com o avião.Torcia até que eles tivessem sido sugado por disco voador e voltariam logo!

Faxina em gavetas:adoro!!Bom motivo para renovar e ir às compras..rs

Bem,eu ainda sou a favor da festa de casamento...muitas vezes é só isso que vai restar em nossas mentes..rs

beijocas

Anônimo disse...

E nao eh que esta provado que quando a hora derradeira chega, nao tem muito como fugir? Veja o caso da mulher que perdeu o voo 447:
Uma italiana que perdeu o vôo 447 da Air France, que desapareceu no oceano Atlântico no dia 1º de junho, morreu em um acidente de carro na Áustria. Johanna Ganthaler, uma pensionista da província Bolzano Bozen, passou férias no Brasil e, junto com seu marido, não conseguir embarcar no avião após chegar atrasada no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro. As informações são do jornal britânico The Times.

Ganthaler e seu marido, Kurt, embarcaram de volta à Europa no dia seguinte, segundo informações da Ansa citadas pela publicação.

Não há informações sobre a causa do acidente, nem o horário exato. Segundo o jornal da Grã-Bretanha, o carro em que os dois estavam entrou na pista contrária de uma rodovia em Kufstein, na Áustria, e bateu de frente em um caminhão. Kurt ficou seriamente ferido no acidente, informou o The Times.