sexta-feira, 5 de junho de 2009

Eo pior que pode acontecer, o que é mesmo?


Hoje de manhã ao abrir a porta do escritório, já vim acelerando a mente e fomentando o stress de cada dia, utilizando a chama de maçaricos e gasolina para incendiar ainda mais o pensamento. Gasolina esta do pior cenário possível, quanto a prejuízos, crises, demissões, etc. Nosso cérebro é mestre nisso. De repente, me veio um estalo. Criei o conceito de "real impacto".

O "real impacto" é o resto da divisão de todas as tragédias possíveis de acontecer no pior dos casos pelo denominador do que realmente vai me apertar o calo e mudar minha vida nos próximos doze meses.

Quase instantaneamente o stress saiu pela mesma porta que eu entrei. Segui em direção da cozinha, peguei um paozinho fresco da padaria com margarina (já que aqui na empresa não se compra manteiga - preciso falar com o chefe - opa, sou eu mesmo) e depois um expresso.

Trabalha-se então sem essa loucura, mas com uma objetividade afiada pois resultados são necessários da mesma forma.

4 comentários:

Anônimo disse...

Veja que o PIOR para voce eh uma coisa. Para o mundo eh outra. Katherine Richardson disse que " Ficou claro que estamos dentro do pior cenário estimado pelo Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) , a cúpula de cientistas reunida pelas Nações Unidas para estudar o aquecimento global. Em alguns casos, a realidade é até pior que a estimada pelos cientistas." E agora?

Beth Cerquinho disse...

Amei seu blog meu elegante amigo...valeu pelocomentário no meu.
Será sempre bem vindo...e de quebra pode me dar umas dicas..rsss
Abraço e bom final de semana.

MR disse...

Obrigado pelo uso da palavra - elegante. Pelo meu signo chines sou Cavalo. Elegante e nobre. Fazemos o melhor que podemos. Obrigado pela visita.

By Mari Molina disse...

Olá,

Passei para retribuir a visita e claro conhecer o seu blog.