sexta-feira, 26 de junho de 2009

Sinais de Vida da Economia

Meu amigo João Pedro não reclama e viaja: estava em Vancouver na terça, Los Angeles segunda, china semana passada, dubai na anterior, uk na outra.
Segundo ele: "... a economia ja voltou, o pessoal esta lendo jornal de ontem. estive em NYC ontem: parking lots full, tive que circular p/ achar lugar, aviao overbooked, cellphone sem linha. O que esta ruim e' japao, russia, dubai, e outros paises menores, o resto nao tem mais crise. Estive 1 semana na india, nao tem crise."
Que ótimas noticias... sinais reais da economia contra crises fabricadas pela necessidade de vender jornal... no que acreditar? Capa da EXAME: "Sinais de Vida da Economia".

A conversa volta para tecnologia. "...voce viu o iphone ?"
Eu, por fora, pergunto se é o Chinês, o Hi-Phone, já viram? O clone? Assustador.

João me comenta que o new iphone, 3G S, vendeu 1milhao em 3 dias, e "deve ter gente gastando..."
Para o milhao de pessoas que continua empregada... o iPhone deve ser legal, mas e os outros 100 milhoes desempregados? Ou é muito menos que isso no mundo?

Fui olhar os dados da EXAME, que tem três meses ou mais de atraso. Dizem 8,5% de desemprego nos EUA em Março (igual do Brasil, Rússia), mas a Espanha é que tá **** com 17%. Estive duas semanas em Sydney/Brisbane - a coisa tava feia pois tem muita dependencia de exportações. australia s***, os paises que so' exportam s***, singapore, japan. E quem tem mercado interno esta melhor.

Sobre empresas espanholas comprando o Brasil, pode-se argumentar que o mundo e' globalizado, nao interessa de onde vem o capital, que essa nossa mentalidade portuguesa que gente de fora e' ruim (xenofobia) e' coisa do seculo XIV. Segundo o João Pedro, a gente tem que produzir e gerar riqueza, quem entra com o capital nao interessa.

Acho que sim e que não: produzir e gerar riqueza sim, ao invés de especular. Obter capital de outras partes, sim, para poder criar os bens de produção e a infraestrutura que permitem a economia crescer.

Mas um pouco de "ownership" é fundamental pois é para lá que voltam os lucros, e é onde fica o poder de decisão de abrir ou fechar portas.

E empresas que ameaçam mandar milhares embora, mandam 200, para negociar salários mais baixos, bem... sem comentários.

2 comentários:

Anônimo disse...

Jornal precisa de atenção do povo e isso pede desgraça. Tem gente muito mal nessa crise mas no geral vai melhorando tudo agora a partir de Julho...

MR disse...

Uma amiga me respondeu por email:

"Eu estive em Trancoso no fim-de-semana passado, como lhe falei.
A cidade vazia, lindas pousadas desativadas.
Lá dizem que foi o pior maio/junho dos últimos tempos.
No interior da Bahia estão sentindo os sinais a crise, sim.


Club Med que costuma ter ocupação de 400 a 700 pessoas tinha no máximo 100.
Eu usufrui das mordomias dos barzinhos na praia totalmente vazios !
(Os bares cheios tinham turistas da CVC bebendo uma cervejinha!)"