segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Querido filho

Irmã adolescente é terrível.

Mas depois melhora muito, espere um pouco.
A sua irmã vai ser sua única ligação com a sua estória, de onde você veio.
Seus avós, tios, eu e sua mãe,  um dia vamos todos para outro mundo.

Ela vai ficar muito mais por aqui, e vai te apoiar e ajudar.

Quando o MUNDO estiver contra você, e sua situação for uma grande m****, sua irmã é que vai ser quem você poderá recorrer. Pode esperar, acontece com todo mundo e você não vai ser diferente. Você não vai estar no controle o tempo todo. S*** HAPPENS. E ela vai te apoiar.

Portanto, tentem criar melhores lembranças, bons momentos, sempre que possível. Não porque seu pai não quer que vocês briguem. Esquece isso. Pensa no que é melhor para VOCÊ.

Se ela estiver chorando, veja o que pode fazer, sem tripudiar e enfiar o dedo na ferida. Sei como é tentador se vingar. Porque ela às vezes é uma peste contigo. Mas a vingança é uma coisa inútil e que nos faz mal.

Muitas saudades,
de seu
Pai






9 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Olá MR
Realmente a vida é assim mesmo, quando jovens os irmãos costumam brigar e pensam que não se gostam, mas com a maturidade percebem a importância de um para o outro.
Abração

Mari Amorim disse...

MR,amigo,
Adorei esse elo mediador entre pai e filho,muito legal mesmo,isso faz a diferença daqui 10 anos..
Parabéns!
Boas energias
Mari

Crispi. disse...

Muito legal! Graças a Deus sempre me dei bem com meu irmão (ele é agora o adolescente da vez), mas mesmo assim mandei seu texto para ele ler :)
Abraço!

paula barros disse...

Marcos, eu não chorei não sei porque...engoli que estou entalada, sei que não se deve engolir choro....mas os olhos estão marejados.

Que os irmãos entendam isso, acredito que entendem.

beijo, bom dia!

paula barros disse...

Ah, deixa eu te contar uma que me lembrei.

Tinha 15 anos quando fui fazer minha primeria dieta, e o médico fazendo várias perguntas, sobre tudo, dos hábitos alimentares ao comportamento no dia a dia. Então ele pergunta:
- Você belisca muito?
- Doutor, respondi, beliscar eu não belisco não, mas arengo demais, grito, ando muito irritada com os meus irmãos, fico de mal.....(olha a viajada que dei rsrs)
- Ele: Estou perguntando se você belisca muito as comidas...


Quatro adolescentes, tudo dentro de casa, sem internet....imagina!

Seu texto é importante para eles,para nós.

um abraço.

MR disse...

No final de semana minha filha chorou muito, e pedi a ele que lesse o texto que começa, no post anterior, com "Já fiz cosquinha na minha irmã só pra ela parar de chorar, já me queimei brincando com vela...etc"
Eu queria que ele fizesse cosquinha e desse um abraço nela, ao invés da costumeira agressividade de menino adolescente cheio de hormônios.

Claro que eu também não chorei não sei porque... porque homem não chora, talvez. Entalei com alguma coisa na garganta, os olhos ficaram meio embaçados. Poluição urbana.

Obrigado pelas visitas queridos(as).

MR disse...

PS: A foto é da Baía de Vancouver, eu que tirei da janela do Hotel.

Dedinhos Nervosos disse...

Eu sou filha unica. Sou neta unica tambem. Confesso que so fui sentir falta de irmaos la pelas 23, 24 anos. Na verdade, de um irmao. Adoro ouvir historias contadas por amigos sobre as brigas, aventuras e momentos divididos por quem quase sempre esteve por perto.
Bjos!

MR disse...

Dedinhos,

Irmão é um presente que os pais deveriam dar obrigatoriamente aos filhos. Claro que há circunstâncias que impedem, alheias às vontades. Mas é um presente.