sexta-feira, 11 de setembro de 2009

O exemplo do fracasso das relações


Reparei ontem vendo TV, que a cada cena com um casal fracassando em um relacionamento, o meu ânimo pessoal caía uns 2 dB (decibéis).

Pessoas são complexas, acertar um relacionamento não é coisa fácil. É preciso muita paciência, energia, bom humor, autenticidade, e coragem para se abrir e apostar as fichas nele.

E assim como observamos uma pessoa experimentar uma fruta azeda e fazer cara feia, também nos desestimulamos a ir lá provar a fruta da mesma árvore.
A cada cena de um casal não se acertando, ou uma aproximação frustrada, vamos acumulando as probabilidades de tal coisa dar certo (ou não) em nossa cabeça. Para saber quais as chances dessa roleta na vida real. Esquecemos o que é cinema, novela ou seriado, e o que é realidade. Processamos igual.


A boa notícia é ter encontrado o site da Tati Bernardi, que escreve bem demais, um talento para falar do tema, que pode ser visto em http://www.tatibernardi.com.br/

Por hoje é só.

10 comentários:

Amanda disse...

"E assim como observamos uma pessoa experimentar uma fruta azeda e fazer cara feia, também nos desestimulamos a ir lá provar a fruta da mesma árvore."

Essa é a mais pura verdade. Eu também sinto assim, perdendo a vontade porque parece que os relacionamentos estão fadados ao fracasso.

O problema é que, na minha opinião, isso acontece em muito porque as pessoas não têm comprometimento, não querem "trabalhar" para que o relacionamento dê certo, tornando-o descartável. Esperamos sempre que o relacionamento venha perfeitinho e embrulhado para presente. E não é assim. Há problemas, diferenças culturais, sociais, econômicas, de religião... ufa! E isso tudo torna mais difícil a convivência.

De qualquer forma, acho que se duas pessoas resolvem partilhar suas vidas, devem se esforçar para que o relacionamento dê certo e não desistir no primeiro tropeço.

Jou Jou Balangandã disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jou Jou Balangandã disse...

Gostei do recado da Amanda ... nada vem pronto, temos que fazer as coisas acontecerem. E é até bom, pois assim evoluimos.

Espero que a parte do "meu" horóscopo que tenha acertado em cheio o seu dia tenha sido a do progresso (you'll make considerable progress). É como sempre digo: everything has a price. If u wanna pay it or not, it´s up to you.

Obrigada pela visita! Espero que o poema do Quintata tenha trago algo de bom pro seu dia.

Tenha um ótimo final de semana!

Branca disse...

Aposto todas as minhas fichas no amor!Sempre!!!


Bom fds...bjo!

_Vascao_ disse...

É, não é fácil, mas é assim que a gente gosta, hehehe...

paula barros disse...

Algumas coisas que vc escreve sobre esse tema bate forte comigo, já há um bom tempo.

Me deixa pensando, sempre.

Anônimo disse...

Hum,conteudo tipico de quem levou...na testa!

MR disse...

"Chifre nao existe. Eh uma coisa que colocam na cabecinha da gente!" (Loira anonima)

Chá das Cinco disse...

Eu não posso reclamar, fui casada com um super cara,os acertos foram por todos os anos da nossa convivência, um ajuste ali outro lá, mas sempre com a certeza que seria para sempre.
O respeito mútuo + tesão faz milagres!
Ele deixou muitas saudades, não sei se o nosso para sempre será depois da morte dele,foi muito bom enquanto durou.
Um abraço

MR disse...

Ge, isso ahi eu acredito mesmo = respeito mutuo mais tesao.
O "para sempre" sempre acaba.
¿ Mas cada momento foi eterno, nao?