terça-feira, 19 de agosto de 2008

Africanos e Sistemas operacionais


Sobrevivi à segunda (feira) depois de duas semanas de férias. O pessoal da empresa foi ótimo, cuidou de tudo, não tive um stress nem problemas que escalaram. Mas tive umas mil coisas para fazer pois o piano precisa ir para minha casa nova, a velha precisa ser pintada, e outras providencias. Tudo está dando certo, apesar de correria. Só para eu DESAPRENDER que segunda-feira é um CAOS com mil coisas no do-list. Não morri, muito pelo contrário. Foi divertido e tranquilo.


Terça-feira igual. Estou ficando mal-acostumado.


Centro de Meditação Budista hoje à noite para aprender a evitar doenças por preocupação e estresse. R$30, menos que levar a família toda se encher de McDonald's. Sidarta Gautama se vira lá no umbigo de Dharma, ou na Flor de Lótus onde medita, ao ouvir tanta bobagem. Perdão com sinceridade, querido Buddha.


Meu filho me fala que instalou UBUNTU no PC dele de tanto que odeia o VISTA. Tipo Linux.

Linux para Seres Humanos é como se "vende o peixe" do UBUNTU. "Ubuntu" é uma antiga palavra Africana, cujo significado é "humanidade para todos". Ubuntu também quer dizer "E sou o que sou devido ao que todos nós somos". É desenvolvido por uma vasta comunidade.

Quem sabe um dia pulo nessa. Lá em casa os PCs são todos XP, e seguimos a máxima: "Se não tá quebrado, NÃO CONSERTE!!" QUantos FDS perdi instalando OS/2 ou LInux só pra avançar com uma tecnologia para a qual não estávamos prontos??


Vai indo que eu já fui.

Nenhum comentário: