segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Teclqdo FDM

Estamos numa MILK LANHOUSE at Sebastopoulos Ave, Paris.
Teclados Franceses, tudo forq de lugar, ate mesmo o M e o A, sem falae no _çààéè('-èàçè-^$ù*=)çà_:;, tudo mexido. Da raiva de escrever.

Cansados de tanto ver Picasso - e Matisse. Expressos excelentes. Calor. Vontqde de voltqr pqrq casa aumentqndo.

comprei um caderno onde qnoto ideias para o futuro - escrever uns livros no pq luxemburgo, to,qndo cafes as tqrdes no bar dentro das arvores, estudar frances, criar uma super-empresa de b2b mktg com uma tremenda bse de conheci,ento... ideias aos montes.

Hoje eh segunda, depois vem terça. Quqrtq p USA. Intè

2 comentários:

Paula disse...

eu já penei com esses teclado estrangeiros... Na Austria, Alemanha e na República Tcheca dava vontade de chorar...
E depois de segunda é terça mesmo, em qualquer lugar do mundo, né?

Lilian Devlin disse...

"Mon cher Primo",
Poucas vezes sai do Brasil( confesso, tenho MUITA inveja de pessoas como vc e a Paula que já sairam, saem e sairão)e então pouco precisei lidar com esses "problemas terríveis" de teclados ou ter "canseira" em ver tanto Picasso, Matisse e outras "bobagens" da mesma natureza!rs
Seus diários estão ótimos, tenho acompanhado sempre e quando voltar, avisa prá gente se encontrar e você contar mais, combinado?
Bon voyage!
um beijo,